Capa Musical.jpeg

A apreciação musical envolve a percepção da música, a criação de impressões estéticas e a mobilização de aspectos cognitivos atravessados por referenciais dados pela cultura.
É um meio pelo qual podemos compreender as relações entre indivíduo, música e sociedade, sendo assim, o ato de apreciar a música nos faz dar sentido não apenas do ponto de vista daquele que cria e interpreta, mas também aquele que aprecia a música.

Conhecer a música de uma sociedade é também compreender a sua cultura.

A apreciação musical, por meio do conhecimento básico dos aspectos técnico, estético e cultural, acessível a qualquer pessoa, amplia a reflexão e a sensibilidade sobre a música. Desse modo, a experiência musical pode se tornar mais rica e significativa. Compreendendo os movimentos do passado ao presente nos mais diversos locais e expressões dos mais variados grupos sociais.

 

O curso Livre em Apreciação Musical tem como objetivo


 

  •  Fornecer ao participante uma aproximação técnica e estética com a música, vista 

         como fenômeno cultural;

  •  Encontrar meios diretos para uma compreensão musical articulada ao cotidiano, 

         baseada nas histórias de vida e nos contextos diversos em que estamos inseridos              com suas características musicais próprias no tempo e espaço;

  •  Refletir sobre diferenças culturais como origem das diferentes músicas;

  •  Desenvolver olhar crítico e generoso voltado para as diferenças musicais observadas;

O Curso foi planejado em 6 tópicos adaptáveis, em suas abordagens, aos perfis e interesses dos participantes.

Fones de ouvido modernos
profa.jpg

Gina Denise Barreto Soares é doutora em Música pelo Programa de Pós-Graduação em Música da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (2015). Mestre em Música pelo Programa de Pós-Graduação em Música da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (2003).

É graduada em Música - Bacharelado - Piano pela Faculdade de Música do Espirito Santo (1991). É graduada em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Espírito Santo (1987). Atualmente ocupa a função de Professor Auxiliar de Ensino na Faculdade de Música do Espirito Santo (FAMES), Coordenadora de Pós-Graduação e Pesquisa e do Curso de Licenciatura em Música FAMES. É violoncelista da Orquestra Filarmônica do Espírito Santo. Representante do Fórum Latino Americano de Educação Musical seção Brasil (FLADEM Brasil) na Região Sudeste. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Música, atuando principalmente com os seguintes temas: educação musical, história da música geral e brasileira, psicologia da música e pesquisa em música.

Data

À confrimar

Horário

De 8h às 16h (com intervalos)

Investimento

R$120 à vista ou 2x de R$70 

Bônus

Roda de conversas em que os participantes poderão apresentar suas novas compreensões e experiências do fenômeno musical, no dia 21 de Abril às 19h.