Buscar

Alimentação saudável na pandemia

Devido à pressão do isolamento social e da mudança da rotina, diminuiu o consumo de alimentos saudáveis, modificando os hábitos alimentares de muitas pessoas.


De acordo com os resultados de um estudo realizado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), com a finalidade de verificar os impactos da pandemia na vida da população brasileira, o resultado apontou que as pessoas estão comendo menos alimentos naturais e consumindo mais alimentos processados, doces e bebidas alcoólicas.


De acordo com o estudo, houve uma queda no consumo de legumes, verduras e frutas, principalmente entre adultos jovens. Por outro lado, durante a pandemia, aumentou o percentual de consumo de alimentos não saudáveis como os embutidos, hamburgueres, produtos congelados, chocolates e doces. Outra questão relevante da pesquisa é o aumento do consumo de bebidas alcoólicas, associado pelos entrevistados à frequência em que se sentem tristes ou deprimidos.


Entre um dos motivos indicados para essa piora dos hábitos alimentares, destaca-se o medo de se expor ao novo coronavírus, fazendo com que muitas famílias prefiram comprar maior quantidade de alimentos industrializados, pela facilidade de estocar em casa por mais tempo.


É importante ressaltar que embora ainda não exista nenhum estudo científico de algum nutriente específico que possa ajudar na cura ou tratamento da Covid-19, apostar em uma alimentação saudável ainda é o melhor caminho para o fortalecimento do sistema imunológico, o que poderá ajudar na recuperação de uma possível contaminação.


Logo, uma dieta baseada em alimentos ultraprocessados, ou seja, rica em calorias, sal, açúcar, aditivos químicos, corantes, conservantes e gorduras, aumenta o risco de deficiência nutricional, além de estar associada ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares, diabetes, hipertensão arterial e outras doenças crônicas.


O cenário atual tem trazendo uma realidade bastante paradoxal, pois assim como há o aumento do consumo de alimentos processados, há também uma necessidade de cuidar da higiene e da alimentação. Dessa forma, neste momento é primordial investir em boas condições, por meio do consumo de alimentos saudáveis, com a finalidade de contribuir para o fortalecimento do sistema imunológico, para a manutenção e a recuperação da saúde.


O recomendado para este momento é dar preferência para o consumo de alimentos in natura ou minimamente processados. Lembrando que estes alimentos devem ser higienizados adequadamente e usados como base das preparações culinárias caseiras. Planejar as refeições com mais cuidado contribui para a manutenção de uma rotina alimentar adequada e saudável e ajuda a evitar os alimentos industrializados.


É importante lembrar que é possível se alimentar bem e mudar a forma como enfrentamos a pandemia. Sendo assim, é ideal usar as condições atuais para investir em hábitos melhores, ainda mais saudáveis do que antes. Além da qualidade da alimentação, é importante ficar atento para evitar o consumo excessivo de alimentos e o sedentarismo e cuidar da saúde emocional.


Confira algumas receitas que vão ajudar fortalecer seu sistema imunológico:



Suco Detox 1

  • 1 folha de couve

  • Suco de 1/2 limão

  • 1 pedaço pequeno de pepino japonês

  • 1 maçã vermelha picada

  • 3/4 xícara (chá) de água de coco


Suco Detox 2

  • 1 folha de couve

  • 1 rodela média de abacaxi

  • 4 folhas de hortelã

  • 1/2 xícara (chá) de água


Suco Detox 3

  • 1 folha de couve

  • 3 colheres (sopa) de polpa de maracujá

  • 1/2 cenoura picada

  • 3/4 xícara (chá) de água

Modo de preparo:

Escolha um dos sucos e bata os ingredientes no liquidificador por aproximadamente 2 minutos. Sirva em seguida.


Chá de camomila

Uma das opções mais conhecidas para relaxar é o chá de camomila. Além de ajudar a acalmar, a planta é capaz de auxiliar nos problemas de estômago e nas cólicas menstruais.


Há muitas pessoas que usam a camomila frequentemente no tratamento contra a ansiedade. Por exemplo, quem sofre com insônia costuma tomar pelo menos uma xícara alguns minutos antes de dormir para o corpo começar o processo de relaxamento.

Como fazer

O modo de preparo desse chá é bem fácil, basta ferver uma xícara de água e adicionar aproximadamente 1 colher de sopa da planta, deixando abafado por dez minutos. Depois, utilize o coador e adoce se quiser. A recomendação é tomar uma porção dessas pelo menos três vezes ao dia.

Curtiu a postagem? Ajude-nos a criar nosso conteúdo, dando dicas de assuntos que você quer ver por aqui pelo e-mail: contato@institutofenix.com ou pelo número 27 98856-3044

Link do whatsapp: https://api.whatsapp.com/send?1=pt_BR&phone=5527988563044&text=Sugest%C3%A3o%20de%20pauta%20para%20o%20Blog